Estou sendo processado!

Senhoras e senhores, acabei de receber essa mensagem:

O Superior Tribunal de Justiça – O Tribunal da Cidadania, informa:

Foi movido contra você um processo nº 02369/2009 por danos morais, conforme a Lei nº 9.099, na segunda vara penal. Para ver mais detalhes do processo veja o anexo que dará todas informações neçessárias para realização do julgamento, e cancelamento de processo por erros do sistema.

Caso não compareça no lugar especificado no arquivo em anexo poderá implicar em chamada de segunda estância e/ou recolhimento da sociedade.

download anexo: STJ-proc2369.zip (233k)

 

Eu já sabia que a reforma ortográfica foi inútil, mas nunca pensei que neçessária agora fosse com ç.

Só estou mostgrando essa mensagem porque geralmente esses e-mails chegam para todo mundo. Por exemplo, aposto que vocês conhecem alguém que já recebeu, no passado, um e-mail do SERASA. Esse do "você sendo processado" me parece ser novidade, portanto fiquem atentos.

Ok, eu sei que vai ter gente que, além de abrir um e-mail desses caso o receba, ainda por cima vai confundir o meu alerta de vírus e vai sair por aí afirmando que eu estou realmente sendo processado. :-p

De todo o modo, esse episódio serviu para recapitular uma coisinha ou outra que eu andei estudando sobre Direito:

– Para começar, eu não seria processado de cara pelo STJ.

– Além do mais, se existe um processo contra mim, um Oficial de Justiça já teria me visitado para me notificar.

– E eu teria que ter perdido o processo na primeira instância, entrado com recurso ordinário na segunda instância, perdido também esse e, então, tentado um recurso extraordinário para chegar ao STJ. Provavelmente seria negado e eu teria que pedir um agravo de instrumento para tentar chegar lá. Mesmo assim, ninguém no STJ falaria comigo, muito menos por e-mail. Qualquer notícia sobre o trágico fim do processo seria comunicada a mim pelo Flávio Dickson, meu advogado contratado por 30 centavos de pataca a hora + o aluguel da toga que ele teria que usar obrigatoriamente quando se apresentasse na frente dos manda-chuvas do Supremo.

Uma das coisas boas de ter tido aulas de Direito nesses cursinhos da vida, é que os professores são advogados que não hesitam em ensinar como o mundo jurídico funciona na prática.

"Vocês deveriam visitar o Tribunal Regional do Trabalho para ver onde é que vocês querem ir trabalhar. Aquilo lá, minha gente, é pior que o Mercado de Peixe da praça pública…" (Prof. Leonardo).

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Computadores e Internet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s