Que papelão, hein?

O orkut sempre me aborrece com uma mensagem sobre o navegador que eu estou usando. Se eu entro nele com Firefox ou com Opera, ele me sugere o uso do Google Chrome. Se eu entro com o Internet Explorer Beta, além de fazer um escândalo afirmando que ainda não há suporte para bate-papo com este navegador, o orkut também insiste para que eu experimente o tal Chrome.

Quando, finalmente, entro no orkut usando o Chrome, ele me dá os parabéns, com aquelas piadinhas típicas do Google: "Você está usando o Chrome! Cuide bem dele…"

Nada demais, apenas propaganda natural de outro software da mesma empresa (o orkut é da Google). O problema é que, por força de minha profissão, eu uso também o LINUX para fazer alguns testes. Adivinhem o que acontece quando eu entro no orkut com o Firefox ou o Opera rodando em Linux? A mensagem sugerindo que eu troque de navegador NÃO APARECE!

Bug do Linux? Ou melhor, uma benção do Linux? Que nada! É que o orkut sabe que o Google Chrome não funciona neste sistema operacional e, por isso, nem dá a dica. Na minha opinião, isso é um grande papelão que o Google aprontou com a comunidade defensora do software livre.

Antes de continuar, quero dizer que acompanho com interesse a batalha das gigantes da informática. Microsoft, Google, Apple, Sun, IBM, Adobe, …, é uma batalha por bilhões de dólares em mercado. Acompanhar os lances de cada uma dessas empresas é como observar uma partida de xadrez de proporções titânicas. Não tenho nada contra nenhuma delas, na verdade, acredito que essa competição toda só me beneficia, pois força os softwares a evoluírem rapidamente. Quem demora demais para lançar novidades ou para qualificar seus produtos, caí fora do mercado num instante. Por exemplo, uma vez todo mundo usava um software chamado ICQ…

Explicado isso, dá para entender como o caso do Chrome é constrangedor. O Google, "amante da liberdade", usou códigos abertos para desenvolver seu produto. Só que esse amor todo do Google pela liberdade na verdade não passa de interesse comercial, o mesmo desejo de onze em cada dez gigantes do mercado: enfraquecer a Microsoft.

No caso, foi um recado do Google para seu rival de Redmond, que pode ser traduzido assim: "Se vocês insistirem em comprar o Yahoo e nos atacar nos mecanismos de buscas, vamos duelar também pelo mercado dos browsers de internet…".

O pior é que o Chrome não tem versão para Linux. O Google simplesmente desprezou o sistema operacional símbolo do código aberto e dos amantes da liberdade. Versão para Linux só em junho deste ano e isso porque a empresa sentiu as críticas que vieram do público.

Acho que fica uma grande lição para todos:

No dia em que a Microsoft for superada, ela o será por uma outra gigante que não hesitará em usar os mesmos meios que fazem tantos condenar a própria Microsoft. Não existem heróis nesse mercado.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Computadores e Internet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s